quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Um pouco mais sobre Belém-PA

Este final de semana estive em Belém, poucos dias, mas pude conhecer mais um pouco desta cidade que me surpreende a cada visita.


















Adoro apreciar a beleza das casas antigas de Belém, um casario que mostra traços da colonização passada onde os europeus tiveram grande influência entre eles, Portuguesa, Espanhola, Inglesa, Francesa e Alemã. A colonização de Belém ocorreu por volta do século XVII e foi fundada em 1616.















A maioria das ruas da cidade são arborizadas com mangueiras imensas e frondosas que formam túneis gigantes, onde o turista se sente atraído a uma boa caminhada.








Em uma das casas antigas tive a permissão de fotografar o seu interior.
Observem nas fotos abaixo o piso e a escadaria.



































Uma  característica desse povo simpático é a fé, onde a união de várias crenças é um dos espetáculos que mais emocionam na maior procissão de fé cristã. Se a fé move montanhas, no Pará ela atravessa rios, florestas e se mantém viva ano após ano. É nessa terra de grandiosidade que acontece o Círio de Nazaré, uma gigantesca e secular procissão religiosa, considerada a maior expressão de fé do povo católico paraense.






























Belém atualmente oferece inúmeros restaurantes de excelente qualidade e com muito bom gosto na decoração, que os tornam atraentes e aconchegantes. Conhecemos agora os Restaurantes Tutto e o La Madre e adoramos!


Um dos pontos fortes de Belém é a culinária!
A diversidade das frutas e dos temperos da região chama a atenção e oferece aos curiosos um inigualável prazer! Rica em ervas, frutos, sabores e cheiros nasceu a gastronomia paraense. É considerada a mais autêntica e exótica do país e responsável por colocar o Pará em destaque no roteiro turístico gastronômico nacional e internacional. Entre os pratos típicos mais conhecidos estão a caldeirada, o caruru , a maniçoba e o pato no tucupi. Muitos deles levam como ingredientes o jambu e o tucupi, acompanhamentos inseparáveis e inesquecíveis para quem experimenta.


O cupuaçu, o bacuri, o taperebá, o açaí e a própria manga, são encontradas em feiras e nas ruas da capital, e são servidos como doces, sucos, sorvetes e outras variedades.


Quando visitarem Belém aproveitem as frutas e as delicias da culinária da região.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

tags HTML