sábado, 12 de maio de 2012

Litoral Sul da Paraíba & Esportes Radicais


Edição do dia 11/05/2012
11/05/2012 13h58 - Atualizado em 11/05/2012 14h00

Litoral sul da Paraíba tem esportes radicais e praias desertas

Voo de parapente e passeios de buggy estão entre as opções para quem procura aventura. Para os turistas que querem sossego, a opção são praias de águas mornas e, em alguns locais, desertas.

Laerte CerqueiraBarra de Gramame, PB
Pouco mais de 30 quilômetros separam João Pessoa das praias do litoral sul daParaíba. O acesso é feito pela rodovia estadual, a PB 008. Muitas praias da região são desertas, um refúgio para quem busca tranquilidade. Mas opções de aventura também não faltam.
A primeira parada acontece sobre as falésias da Praia do Sol e, logo na chegada, os turistas encontram um desafio: sobrevoo de parapente. O voo, acompanhado por um instrutor, custa R$ 100 e dura 20 minutos.
Acompanhe o Jornal Hoje também pelo twitter e pelo facebook.
De acordo com os instrutores não é preciso ter experiência para participar do parapente. "Na verdade, você não precisa saber nada, porque a gente já voa há muito tempo, somos instrutores e já estamos muito experientes. Aqui é um local muito seguro, com vento constante. Aqui você vai se sentir muito seguro", garante o instrutor Oscar Rodrigues da Silva.
Em terra firme, a opção é o passeio de buggy, por R$ 80, ou o sossego de Coqueirinho, com sol, areia branca e banhos de água morna em várias praias. A menos de dez quilômetros desta região, fica a Praia Bela, onde os passeios de caiaque custam R$ 10 por hora.
A praia de Tambaba é uma das mais famosas do litoral sul e uma das poucas de naturismo do Brasil. A área é dividida em duas partes: em uma delas, com extensão de quase dois quilômetros, só pode entrar quem estiver sem roupa e acompanhado. "Isso é uma filosofia de vida, é estar em paz consigo mesmo, com a natureza. Na realidade, todos nós nascemos pelados", conta um dos adeptos da praia, o comerciante Hildebrando de Carvalho.
No roteiro, é possível incluir um passeio na mata, na Praia de Jacumã. A Aldeia Flor D´Água tem 16 hectares de área verde e lugar para acampar, por R$ 30, a diária.
Os guias do local dão a dica da diversão: mergulhos refrescantes em poços de água mineral e um banho de argila branca. "A Aldeia Flor D'Água é uma ecovila dividida em 15 frações de pessoas, que queriam viver na natureza. De uma certa maneira, para sobreviver também da natureza a gente abriu um pouco o espaço pra receber um número limitado de turistas e pessoas interessadas em cuidar da natureza", explica o guia Julíndio Macuxi.
A hospedagem também pode ser feita em chalés ou apartamentos, com diárias para casal, que variam entre R$ 120 e R$ 240. Muitos deles ficam sobre as falésias e têm uma vista de um paraíso.
tópicos:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

tags HTML